engajamento nas organizações

Como manter o engajamento nas organizações em períodos de mudanças?

Poucas empresas escapam da necessidade de mudanças, principalmente com a constante introdução de novas tecnologias e com a inevitável remodelação causada por questões econômicas. Nesse contexto, contar com o engajamento nas organizações —  com o objetivo de alcançar e sustentar as mudanças, de maneira mais prática —  é essencial para obter sucesso.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para que você entenda quais são os principais desafios enfrentados em períodos de mudanças e como manter o engajamento dos colaboradores. Continue a leitura!

Entenda os principais desafios em períodos de mudanças

Uma organização demanda diferentes tipos de mudanças, de acordo com o seu contexto interno ou externo. Podem mudar estratégias, questões táticas, estruturais (que vão desde a hierarquia até novos cargos) ou operacionais. Independentemente da alteração que será enfrentada, é importante manter o grupo bem-informado, afinal, a transparência pode contar como um saldo bastante positivo na aceitação.

Deve-se destacar que a gestão da mudança exige uma dedicação especial por parte das lideranças. Cabe a elas engajar a equipe e ajudá-la a aceitar todas as transformações como parte de um processo positivo para a organização.

A seguir, selecionamos os principais desafios enfrentados no momento de encarar as mudanças dentro da empresa. Dessa maneira, é possível prever problemas e se preparar para ser um importante agente dentro da gestão de mudança.

Resistência

Enfrentar a resistência dos colaboradores é natural e pode acontecer em qualquer empresa. É necessário saber lidar com esse desafio, mostrando os motivos das alterações propostas. Também é importante enfatizar, de maneira clara, as razões e os resultados esperados por elas, para que os profissionais entendam as oportunidades que surgirão por meio das transformações.

Ansiedade

As pessoas podem ficar ansiosas com as mudanças em andamento, querendo entender de maneira clara e objetiva todo o processo. Para tentar minimizar esse sentimento, uma boa ideia é investir na boa comunicação, com o objetivo de promover a abertura do diálogo de maneira horizontal e vertical, gerando um melhor clima organizacional. .

Engajamento

Se os profissionais apresentam resistência, insegurança e ansiedade com as mudanças, certamente não vão se engajar. Além disso, podem prejudicar o sistema e influenciar de maneira negativa os outros colegas de trabalho. Assim, manter o engajamento nas organizações em períodos de mudanças torna-se imprescindível, delegando tarefas e envolvendo, aos poucos, a equipe como um todo.

Saiba como manter o engajamento nas organizações

Manter o engajamento nas organizações é um dos principais desafios para os gestores nesses contextos. Por essa razão, trouxemos alguns mecanismos que podem ajudar a engajar sua equipe.

Faça um bom planejamento

A primeira dica pode até parecer um pouco óbvia, mas pede atenção. Um planejamento bem-pensado, tanto relacionado ao próprio processo quanto em relação à comunicação, é fundamental para que a gestão de mudança seja bem executada. Considerar a melhor hora de anunciar e implementar qualquer alteração pode evitar tensões desnecessárias.

Nem sempre é possível fazer essa escolha de maneira eficiente. No entanto, sempre que possível, uma boa estratégia é não acumular as implementações. O ideal é que haja um espaço entre elas e que as transformações ocorram em etapas. Isso permite que os colaboradores se acostumem aos poucos com as mudanças.

Promova a comunicação

Os objetivos da mudança precisam ser muito claros para os colaboradores. É essencial que eles compreendam o que vai mudar, os motivos, como isso acontecerá e a partir de quando as alterações serão executadas. Os profissionais só se engajarão e aceitarão o processo se sentirem que fazem parte disso.

Cada um precisa ter consciência do seu papel em qualquer mudança e perceber a sua importância dentro do todo para, assim, procurar oferecer o seu melhor. Uma apresentação objetiva pode gerar melhorias na comunicação entre o líder e a equipe. Acredite no poder de uma comunicação eficaz e desfrute de seus benefícios.

Alinhe toda a equipe

Para minimizar possíveis falhas e dificuldades, a equipe precisa estar alinhada e em sintonia com o processo. É importante ter todas as prioridades bem-definidas, além de um planejamento organizado e completo, o máximo possível. Cabe ao gestor acompanhar todas as etapas de perto e reavaliar o que for necessário, mesmo após o início da implementação do novo projeto. Ajustes, desde que tragam benefícios para o bom andamento, serão necessários e bem-vindos.

Garanta que a equipe de liderança seja um exemplo

Você certamente já ouviu falar que as transformações começam a partir do topo. Em um processo de mudanças, os líderes devem estar não apenas no topo, mas à frente dos desafios, modificando comportamentos que impeçam as pessoas de adotar as transformações e de mantê-las.

Convide os colaboradores para discussão

Como dito, a resistência é um dos desafios no processo de mudança. Uma maneira eficaz de diminuí-la é permitir a participação das pessoas afetadas pelo processo. Ou seja, sempre que possível, convidar os colaboradores para as reuniões e participações, principalmente se estiver no início das etapas de transformação.

Também é recomendável deixar claro o que é negociável e o que não é, para não transmitir a impressão de que todos podem influenciar em questões que já estão decididas e o efeito ser contrário.

Ofereça condições para os profissionais se adaptarem

Para que esse processo seja bem-sucedido e os colaboradores fiquem engajados, é necessário que a equipe receba as devidas informações, assim como o treinamento adequado. Por exemplo, se a rotina contempla um novo sistema, o uso de equipamentos com os quais não estão acostumados ou as rotinas diferenciadas, eles podem relutar simplesmente porque não se sentem seguros ou capazes de realizar as novas atividades.

Não se pode esperar que as pessoas peçam ajuda ou demonstrem dificuldades. É importante presumir que os treinamentos e os suportes serão necessários e oferecer essas opções para os envolvidos. Além de capacitação, também é preciso ser mais flexível, já que a eficiência e a produtividade podem reduzir durante o período de adaptação — até que os colaboradores se acostumem com a nova rotina, o novo equipamento ou o novo sistema.

O engajamento nas organizações é um dos principais fatores para que o processo de mudanças seja bem executado. Entre todos os desafios enfrentados durante as etapas, caso a equipe esteja engajada, as chances de alcançar o êxito são maiores, pois os líderes contarão com colaboradores que trabalharão em prol dos objetivos da empresa.

Caso tenha gostado do conteúdo, acompanhe a gente nas redes sociais e fique por dentro de nossas novidades! Estamos presentes no Twitter, Facebook e Linkedin.