• Blog
  • Artigo
  • Por que a sua empresa não deve ignorar a identidade visual?

Por que a sua empresa não deve ignorar a identidade visual?

identidade visual

Por que a sua empresa não deve ignorar a identidade visual?

Qual impressão a sua marca deseja passar? Como você quer que ela seja lembrada? As respostas para essas (e outras) perguntas, geralmente, são positivas. Por isso, é preciso entender que essas questões se relacionam intimamente à identidade visual de uma empresa.

A identidade deve ser feita com o intuito de se fixar no imaginário do público-alvo, gerando empatia e aproximação. O processo dessa criação é complexo, porque precisa atender um conjunto de requisitos como: ser atrativa visualmente e se relacionar com a personalidade da marca.

Se você deseja saber a importância de se ter uma identidade visual bem-definida e quais benefícios ela pode trazer a sua empresa, acompanhe o post a seguir!

Impactos gerados pela identidade visual

A identidade visual é o conjunto de elementos e símbolos, principalmente gráficos, que é idealizado para representar visualmente, diante do público, os valores, a missão e os ideais da organização. Esse conjunto pode ser composto por logotipo, tipografia e paleta de cores, entre outros.

Ela deve ser pensada para marcar o imaginário das pessoas. Um exemplo disso é a Coca-cola: independentemente do conteúdo e do tema do texto, ao ser utilizada a fonte e as cores da empresa de refrigerantes mais famosa do mundo, a primeira associação do leitor será com a marca em questão.

Identidade visual na Comunicação Interna

A identidade visual é também um dos principais componentes da identidade corporativa. Por esse motivo, ela deve estar em todos os materiais da empresa, como cartão de visita, envelope, papel timbrado, site, etc.

O desenvolvimento da imagem deve ser feito sob muito estudo e trabalho. Afinal, ela carregará em si a combinação adequada de elementos que, juntos, farão com que os colaboradores se atraiam pela marca e se identifiquem com a sua proposta.

Sendo assim, a identidade visual se torna também importante para que, dentro de uma empresa, diferentes tipos de comunicado sejam facilmente identificados e associados ao  seu tema/setor e à sua finalidade. Além disso, quando bem-feita, ela evita que os consumidores, que, no caso da CI, são os colaboradores, se confundam ou não entendam a mensagem que se quer transmitir.

A Comunicação Interna deve ter a cara da empresa. As necessidades da instituição devem ser levadas em consideração, e esse setor deve se preocupar em seguir as suas diretrizes para alcançar os melhores resultados. Para tanto, é possível, inclusive, criar um manual de identidade visual que servirá como um guia para os colaboradores.

Listamos, abaixo, alguns benefícios gerados por uma identidade visual bem-definida. Observe:

Percepção de valor da marca

A combinação de símbolos, letras e imagens cria um significado para a identidade visual. Esse significado não só diferencia uma marca de outra, como lhe acrescenta valor. Isso ocorre porque há a interpretação dos significados por parte dos consumidores, e esses projetam valores para a marca, dotando-a de personalidade.

O valor de uma marca pode ser percebido de quatro formas diferentes:

  • Experiência — o consumidor já conhece o produto/serviço.
  • Grupos de referência — o cliente compra porque alguém do seu círculo de confiança indica a marca. Isso inclui pessoas famosas representando a marca como garoto (a) propaganda.
  • Crença (ou senso comum) — o consumidor acredita que uma marca é mais eficaz que outra porque isso é apregoado na comunidade em que vive.
  • Aparência — o design da embalagem e dos produtos atraem os consumidores para a marca.

O marketing e o Endomarketing têm um papel fundamental na percepção de valor. A empresa que deseja se destacar precisa investir fortemente nesses setores. Caso contrário, seus esforços para se sobressair têm grandes chances de insucesso.

Posicionamento único para a empresa

Quando se trata de consolidar uma marca, não adianta “atirar para todos os lados”. Existem muitos perfis de clientes e de profissinais. Contudo, uma empresa deve saber exatamente com qual público deseja conversar e a quem ela quer atingir. Esse posicionamento deixa a empresa em sintonia com os seus consumidores.

Saber com quem se comunica definirá, consequentemente, o tipo de linguagem a ser utilizada e o comportamento a ser adotado nas peças de publicidade. O papel da comunicação visual é atrair o consumidor desde a primeira olhada. Ela mostrará, de imediato, o status e o valor agregado à marca.

Confiança do consumidor

É preciso que haja um vínculo entre consumidor e empresa, e a identidade visual o ajuda na hora da sua escolha. Isso se dá porque ela traz os estímulos necessários e tira o usuário da sua zona de conforto.

Criar uma identidade visual equilibrada e marcante faz com que o cliente veja estabilidade e dê credibilidade à imagem. Assim, ele se liga à marca ao ponto de se engajar e gerar um senso de pertencimento.

Confiança do colaborador

O mesmo se aplica quando se trata da CI. Ao ler um comunicado, um convite para algum evento corporativo, um relatório e assim por diante, o profissional a quem a informação é direcionada precisa criar uma ligação e se envolver com a notícia.

Isso dependerá da maneira como a mensagem é transmitida, do “tom de voz” utilizado e do conjunto de elementos que compõem o trabalho publicitário em questão. Desse modo, a confiança do colaborador em relação à empresa tem mais chances de ser estabelecida.

Reconhecimento

Nenhuma marca que tenha uma identidade visual forte se estabeleceu nessa posição da noite para o dia. A conquista de uma imagem consolidada se dá de maneira gradual. Para que uma empresa seja reconhecida, ela deve passar por um processo que utilize estratégias de divulgação adequadas — só então ganhará mais popularidade.

Quanto maior for a exposição da identidade visual, mais ela será reconhecida e mais próxima ela estará do seu público, seja ele interno ou externo. Com o passar do tempo, uma marca pode se estabelecer como um referencial de qualidade. Por isso, é importante que sua representação visual seja clara e tenha a essência da companhia.

Atração do público

Uma identidade visual bem-estruturada e sólida é sinônimo de economia, pois não se faz necessária a alteração do seu logotipo, ou de algum outro elemento, a cada lançamento de um novo produto/serviço. Se assim o fosse, as finanças da empresa sofreriam bastante.

Além disso, ter uma imagem sólida atrai o público, cria fidelidade e, consequentemente, aumenta os lucros. Ela transmite uma ideologia e uma promessa, e o seu consumidor identifica-se com essa identidade e espera pelo cumprimento do que foi proposto — o que gera impacto positivo na produtividade e nas vendas.

Algumas empresas não dão a devida atenção à representação visual. Não investem apropriadamente em sua elaboração e desenvolvimento e sofrem as consequências desse ato ao perderem visibilidade e clientes.

Assim sendo, convém contratar uma agência de Endomarketing e CI que mantenha seu foco no público-alvo. Os profissionais desse tipo de empresa são especializados e têm todo o aparato necessário para estudar o mercado. É a partir desses dados que eles criarão a identidade visual ideal para a organização.

Quer saber mais sobre como uma agência pode auxiliar sua empresa a ter uma imagem marcante? Então entre em contato conosco e mostraremos como!

Trackback do seu site.