• Blog
  • Artigo
  • Qual é o peso da Comunicação Interna em uma comunicação integrada de sucesso?

Qual é o peso da Comunicação Interna em uma comunicação integrada de sucesso?

comunicação integrada

Qual é o peso da Comunicação Interna em uma comunicação integrada de sucesso?

A comunicação integrada é um dos melhores instrumentos de que uma empresa pode dispor: além de engajar o pessoal e criar um sentimento de pertencimento à equipe, ela também permite que os gestores economizem e ganhem em competitividade.

Assim, toda companhia deve contar com uma boa estratégia de comunicação para: firmar sua posição no mercado, unir as pessoas, transmitir informações e organizar as finanças, ou mesmo divulgar serviços e produtos..

Nesse sentido, integrar os setores do negócio e fazer com que cada funcionário conheça seu papel na cadeia de processos é a melhor maneira de criar fluxos de comunicação inteligentes, que aproveitem o potencial de cada profissional, e de passar uma imagem mais coesa e forte para os clientes.

Ainda não se convenceu? Entenda o peso da Comunicação Interna para uma comunicação integrada de sucesso e como fazê-la funcionar corretamente na sua empresa!

A Comunicação Interna nas empresas

A Comunicação Interna pode ser entendida como uma subárea da comunicação integrada que tem como principal objetivo monitorar o compartilhamento de informações e fortalecer as ações dos colaboradores no ambiente corporativo, de maneira estratégica.

As informações podem ter relação com mensagens de propagação da missão, visão e valores da companhia, e com estratégias de mercado e recomendações restritas a dado grupo de pessoas, como metas do setor ou feedbacks.

Dessa forma, a Comunicação Interna em uma comunicação integrada tem como objetivo principal eliminar ruídos e manter os colaboradores bem alinhados com as metas, discursos e valores da instituição, estabelecendo, para tanto, condutas que sejam condizentes com o que o negócio prega.

Tipos de Comunicação Interna nas empresas

Para que uma estratégia de comunicação integrada tenha sucesso, é essencial que os gestores revejam as estruturas já existentes e busquem unificar as mensagens, sejam elas do tipo que forem.

São cinco os tipos de comunicação presentes nas empresas. Tanto a comunicação verbal quanto a escrita já fazem parte do dia a dia das instituições há muito. No entanto, a busca por eficiência e celeridade nos processos tem causado o aumento do uso das demais nas estratégias das instituições.

Profissionais especializados no assunto são altamente indicados para quem busca resolver problemas e saber em qual tipo as ações devem focar. Entenda um pouco melhor sobre cada uma delas.

1. Comunicação escrita

Uma das campeãs de uso no ambiente corporativo, este tipo de comunicação compreende tudo aquilo que é transmitido aos colaboradores por escrito — os métodos mais comuns são por meio de mensagens (inclusive eletrônicas), jornais e murais.

2. Comunicação verbal

Compreende toda informação trocada dentro do ambiente corporativo utilizando a fala, mesmo que não oficialmente. Pode se propagar por meio de conversas, palestras, confraternizações e reuniões, por exemplo.

3. Comunicação vertical

A comunicação vertical diz respeito a toda troca e informações entre superiores e ocupantes de posições hierárquicas inferiores na companhia. É geralmente utilizada para o planejamento estratégico da instituição, como em reuniões ou apresentações.

4. Comunicação horizontal

Este tipo de comunicação compreende toda troca de informações que ocorre entre colaboradores, sem distinção quanto a posição hierárquica que ocupam, dentro da empresa. É muito comum em reuniões, por exemplo.

5. Comunicação diagonal

Diz respeito à comunicação que ocorre de maneira inter-hierárquica, quando diferentes gestores e equipes recebem o mesmo tipo de informação ou transmitem conceitos à áreas diversas. É ideal para informar o pessoal sobre novos projetos ou transmitir mensagens que todos devem conhecer, podendo ser propagada por e-mails, tv corporativa, etc.

A Comunicação Interna como parte fundamental do sucesso da estratégia integrada

A integração da comunicação como um todo nada mais é que o resultado de um processo constante de evolução dentro do mundo corporativo.

Hoje em dia, não faz sentido algum manter várias equipes distantes, dentro das organizações, ou mesmo não incentivar a comunicação vertical e horizontal, uma vez que todos devem colaborar de igual forma para atingir o resultado desejado.

Frente a um mercado cada vez mais complexo, instituições que desejam ganhar em competitividade devem manter suas equipes unidas e empenhadas na tentativa de obter resultados melhores e conter gastos.

Investir em Comunicação Interna é garantir que a estratégia integrada funcione, evite gargalos no fluxo de informações e engaje o pessoal como um todo. A melhoria do clima organizacional costuma ser certeira: os colaboradores internalizam a missão e os valores do negócio e desenvolvem o espírito de cooperação e os relacionamentos interpessoais.

Uma boa estratégia diminui a distância entre departamentos e faz com que cada pessoa se enxergue dentro do time, fortalecendo a sintonia entre os funcionários e criando um clima mais leve, de respeito e, principalmente, produtivo.

Dessa forma, a partir do momento em que as pessoas passam a se sentir confortáveis e envolvidas com a organização, é natural que se dediquem mais e apresentem resultados superiores àqueles que não se sentem parte do todo.

A melhoria da Comunicação Interna também facilita a integração de novos colaboradores ao time, já que quem chega por último já encontra uma equipe consistente e acolhedora. Consequentementre, diminui a rotatividade  de colaboradores na instituição, já que colaboradores com um sentimento de relevância tendem a ficar mais satisfeitos e permanecer mais tempo fazendo parte do quadro da empresa.

Investir no engajamento de funcionários para alavancar resultados

Por tudo que já falamos, fica bastante claro que apostar na integração e criar uma estratégia de Comunicação Interna personalizada é primordial para quem busca resultados acima da média, certo?

Investir no engajamento dos colaboradores, com uma boa Comunicação Interna, melhora o alinhamento de ideias entre o pessoal, traz um ganho significativo de tempo para cada um e celeridade na condução de processos, reduz a rivalidade entre equipes e os ruídos no fluxo de informações, e permite que se entregue um trabalho mais unificado.

Para tanto, é necessário adaptar o discurso direcionado aos colaboradores ao que chega aos clientes:  de nada adianta manter uma postura austera com sua própria equipe e adotar um tom descontraído com o público, já que isso acaba confundindo a todos e demonstra falta de coerência.

Como resultado, as boas práticas de CI podem reduzir gastos com ações ineficientes, reforçar o posicionamento da marca, e torná-la autoridade no mercado em seu segmento, conquistar a confiança do público e ter liderança nos negócios.

Agora que você já entendeu qual é o peso da Comunicação Interna em uma comunicação integrada de sucesso, que tal aprender a fazer um planejamento de Comunicação Interna?

Trackback do seu site.