Posts Tagged ‘comunicação’

Gestão do perfil pessoal de Executivos nas redes sociais gera mais engajamento e melhora a reputação

Tornar-se referência em conteúdos relevantes para toda comunidade do segmento é o propósito de muitas empresas e profissionais C-level.

Imagine uma mídia espontânea que não depende direta e exclusivamente de veículos de imprensa, fortalece e humaniza a marca e a reputação e tem espaço de voz oficial. Sem dúvida, a empresa que tem, na voz da sua liderança, um canal de comunicação interna e externa real conquista um posicionamento humanizado, que fala de pessoas para pessoas e que, de fato, aproxima.

Cada vez mais, os serviços que alavancam a importância da boa gestão e da comunicação dos perfis dos líderes nas redes sociais, em especial no LinkedIn, estão sendo planejados. Os que mais performam nas redes, trazendo o engajamento de pessoas alinhadas ao seu discurso e expondo as marcas que representam de maneira saudável, certamente, contam com assessoria adequada, planejamento e estratégia para manter a visibilidade.

Canais apropriados e formas estratégicas alinhadas de comunicação interna e externa evitam divergências e ruídos que podem ser mortais nas redes sociais e provocar grandes crises. O que gostamos de consumir, como pessoas, são narrativas corporativas que humanizam o tempo e as nossas experiências. E isso só é alcançado por quem é engajado, e não por perfis institucionais.

Evitar a formalidade em determinados momentos ou exercitar a reciprocidade nos comentários podem ser estratégias desenvolvidas e acompanhadas por profissionais da área de comunicação, especialmente para cada gestor. Na contramão de tornar os líderes infalíveis e robotizados, a proposta de um acompanhamento profissional nas postagens da timeline pessoal pode ajudar a formar reputação, tornando o perfil mais inteligente, mais dinâmico, mais genuíno e mais empático, por exemplo, sendo esses alguns dos elementos mais importantes para uma comunicação engajadora.

Além de estar e de se posicionar como referência no ambiente externo à organização, o líder ganha voz junto ao próprio público da empresa. Ele torna-se um canal importante de disseminação de cultura dentre os colaboradores, potencializando a comunicação interna e com empregados, valores institucionais e atributos de marca.

Ter uma apresentação coesa e transparente é fundamental. E sim, é possível trazer a espontaneidade. Isso é feito por profissionais que criam um planejamento estratégico personalizado para cada porta-voz e estabelecem um perfil com direcionamento adequado de temas e editorias, fluxo de mensagens e formatos de posts.

São direcionadas pautas para conteúdos que formem um conjunto, conforme estratégia e perfil do líder, de forma personalizada. Entre esses serviços também estão a produção de artigos, ensaios, manifestos, direção e edição de conteúdo em vídeo e pesquisa de imagens.

Importante também contar com a revisão de materiais enviados para publicação, bem como o relatório de acompanhamento mensal de resultados da comunicação, crescimento e engajamento do perfil.

Gestão de crise e social media training são serviços essenciais para construir uma reputação sólida, gerar comportamento oportuno e dar velocidade nas interações com significados, com respostas importantes para o público e para tudo que envolve o negócio.

Mensagens não institucionais podem se conectar com inovação e reflexão comportamental. Os posts corporativos se conectam com reconhecimento de equipe e diversidade. São várias oportunidades, dentre elas, inclusive, pode-se criar uma série de vídeos e entrevistas sobre mercado, transformação digital e cultura.

Seguindo as práticas de relações públicas, prestamos suporte para executivos se comunicarem melhor no ambiente digital. Saiba mais pelo [email protected].

Garanta a eficácia do home office da sua empresa se aliando à Comunicação

Ainda hoje, muitas empresas têm dúvidas sobre a possibilidade de adesão ao Home Office e outros benefícios de flexibilidade para os colaboradores. Entretanto, pesquisas apontam que a prática pode ser benéfica às instituições e às pessoas.

Uma análise desenvolvida pela Talenses Group – holding de recrutamento e seleção – detectou que 55% do público entrevistado acredita que Home Office é um fator importante na escolha de um novo emprego. A pesquisa mostra que 98% dos participantes acreditam em benefícios de trabalhar em casa como escapar do trânsito e reduzir o stress do transporte público.

Para começar, o primeiro passo é compartilhar e linkar o trabalho desenvolvido pelos profissionais de Recursos Humanos com a comunicação de sua empresa e, assim, desenvolver orientações necessárias para todo prestador de serviço.

Esse trabalho pode facilitar ao estabelecer acordos e metas focados em trazer maior confiança para os funcionários gerando motivação e melhora no clima organizacional. Mas lembre-se, as regras precisam ficar claras para que todos saibam como participar, pois disciplina é fundamental nessa mudança.

Separamos um exemplo de sucesso para você se espelhar. A Techint criou um Programa de Flexibilidades que hoje é sucesso interno. Clique aqui para conhecer essa iniciativa. http://p3k.com.br/cases/techint-programa-de-flexibilidade

Entre em contato com a gente e descubra como podemos contribuir para o programa de flexibilidade da sua empresa!

Apresentações corporativas: aliadas de uma boa comunicação

A maioria dos grandes executivos reconhece a importância de se comunicar e de saber aproveitar ao máximo as ferramentas disponíveis para que as mensagens sejam bem interpretadas pelos seus receptores. Isso pode determinar a aprovação de um projeto, o ganho no orçamento e até o fechamento de um grande negócio.

Nesse contexto, as apresentações são o tipo de ferramenta mais popular. Por ser comum a vários segmentos, muitos pensam ser de fácil utilização, porém, criar apresentações memoráveis e de impacto exige profissionalismo e conhecimento técnico das plataformas.

A P3K Comunicação conta com profissionais especializados em apresentações em diferentes plataformas, para abordagem de temas diversos, incluindo: institucional, relação com investidores, indicadores, projetos e apresentação de áreas.

Aqui, acreditamos que uma boa apresentação pode ser criada para qualquer tema, mas há três etapas essenciais para sua produção: narrativa (storytelling), identidade visual e construção de animações e transições. Tudo isso pode dar origem a uma apresentação cativante, tornando-a um diferencial para quem apresenta e para quem assiste.

Por mês, produzimos pelo menos 20 apresentações para os nossos clientes.  Portanto, se você está em busca dessa solução, entre em contato com a gente.

Diversidade de gênero e maternidade: como uma agência faz parte dessa discussão?

Há alguns anos, a sociedade se movimenta para promover um ambiente mais diverso e que seja mais inclusivo para as mulheres no mercado de trabalho. E conforme avançamos em temas como equidade de gênero e equiparação de salários, novos temas se tornam evidentes, como é o caso da relação entre maternidade e trabalho.

Hoje, o quadro da P3K tem um equilíbrio no âmbito das contratações, inclusive quando o assunto é liderança feminina (maioria por aqui), tudo ocorrendo organicamente. Dentro desse contexto, e se adequando a realidade de uma empresa de pequeno porte, notamos que a contratação de mães, também é algo natural para nós.

Porém, uma pesquisa realizada pela Catho em 2018 revela que em pesquisa recente mulheres com filhos demoram cerca de três anos para conseguir recolocação no mercado de trabalho, enquanto essa ocorrência acontece somente em 2% no caso do sexo masculino.

Outros dados relevantes são:Mas como fazer para ser mais inclusivo neste quesito?

Tudo começa com o RH na hora da entrevista. E para contribuir, as mães da nossa nave trazem algumas dicas para as empresas e profissionais responsáveis pela contratação:

– Foco no currículo – habilidades e trajetória profissional é o que deve contar. É super legal perguntar sobre a família, o que gosta de fazer nas horas vagas e outras questões pessoais durante uma entrevista, principalmente porque é importante ter em mente que são pessoas que vão trabalhar na empresa, e não um currículo profissional apenas, mas atenção maior às habilidades e experiências além da maternidade.

– Não deixar a entrevista se desdobrar na questão da maternidade. A maternidade é um ponto importante na vida da mulher, claro, mas uma pessoa é composta por muitos outros interesses. Pra conhecer uma pessoa, é importante ouvir a pluralidade.

Além disso, após a contratação é importante que a liderança esteja preparada para ser empática com as questões de maternidade. Já que imprevistos podem acontecer com todos os profissionais.

A P3K reconhece que a mudança que ajuda a promover dentro dos seus clientes tem impacto social, e também quer fazer a diferença dentro da própria agência.  Por isso, sabe da necessidade de abordar o tema, posicionando-se como uma agência que reconhece dentro da diversidade de gênero a maternidade, e que está fazendo o possível para contribuir na promoção de um ambiente diverso e inclusivo.

Quer se aprofundar mais no tema, conheça essa iniciativa: http://www.contrateumamae.com.br/

 

Por que a multifuncionalidade é importante na Comunicação Interna?

A cada dia, dentro e fora do ambiente de trabalho, estamos nos tornando multitarefas – trabalhamos escutando música, digitamos e falamos ao telefone e etc. Parecem fatos corriqueiros, mas eles também são frutos do impacto de um mundo globalizado, na Era da Informação.

Além de ser multitarefa, o mercado espera também um profissional multifuncional. Diferente de ter várias atividades, a multifuncionalidade é sobre a capacidade de adaptação em diversos meios, que ajudam no desenvolvimento e na execução de múltiplas tarefas. É ter jogo de cintura e saber trabalhar, distribuindo a atenção.

Na Comunicação Interna não é diferente, e sim uma adequação do profissional às novas necessidades e dinâmicas do mercado. Aqui na P3K Comunicação, a multifuncionalidade está presente em todas as áreas, mas em uma delas se destaca: o atendimento.

A formação em áreas da comunicação como: Jornalismo, Publicidade e Relações Internacionais, proporciona um diferencial para o nosso time. Hoje, temos colaboradores no atendimento que potencializam suas atuações no planejamento e na redação, trazendo um olhar amplo que compreende as etapas de todo o processo e contribui para cada uma.

Esse modelo nos ajuda a compreender o fluxo de comunicação de uma forma geral e reconhece-lo como funciona, já que o profissional, tendo uma visão holística, está sempre atento, se prevenindo de erros que já vivenciou, e pensando em todas as possibilidades.

Ao analisar as características desses profissionais conseguimos destacar algumas delas, tais como: flexibilidade, curiosidade, resiliência, responsabilidade, proatividade e trabalho em equipe. Sem falar nas capacidades técnicas de estratégia, redação, organização e gestão de projetos.

Mesmo com tudo isso, consideramos que não há fórmula pronta! Esse modelo atende a nossa necessidade de mercado e nos ajuda a contribuir para o desenvolvimento da área de CI – dentro do mundo em que vivemos hoje, e a nos preparar para as tendências.

Se você quer saber mais sobre o mercado de Comunicação Interna e seus profissionais, fique ligado no nosso blog.

Além da criatividade – O que é preciso para superar desafios de criação em Comunicação Interna?

Sem dúvida, a Comunicação Interna é uma área que vem ganhando visibilidade nas empresas, por conta dos bons resultados que têm apresentado em diferentes companhias, de diversos ramos. Até por isso, atualmente, é comum que o foco, ao falar da área, seja planejamento, canais e resultados, como já postamos no nosso blog.

Mas, do planejamento ao resultado, há processos que envolvem muitos colaboradores e muitas áreas para que os objetivos sejam alcançados, e um deles é a Criação. Compartilhando aspectos que já conhecemos da comunicação externa (Publicidade e Marketing), a CI ainda é um campo pouco explorado, com muito a ser realizado, onde os profissionais criativos da área têm encontrado seus próprios desafios:

Você, sendo cliente ou criação, se identificou com esse cenário?

Como agência especializada em Comunicação Interna, consultamos nossos profissionais criativos e listamos algumas dicas para contornar os desafios da criação na área. Confira!

  • Desvende o cliente

A falta de guia ou direcionamento exclusivo para CI é um gap que a área de criação sempre enfrenta, por isso mergulhar no universo do cliente e descobrir a linguagem visual e verbal, ou seja, como a empresa se comunica com seus colaboradores, é essencial para um boa entrega.

  • Faça parte do planejamento

O envolvimento da equipe de criação no planejamento é fundamental para tirar ações do papel e alcançar os objetivos esperados.

  • Abuse da criatividade

Não é clichê! Essa é a chave para tornar os trabalhos significativos e estratégicos. É preciso percorrer caminhos alternativos para alcançar as expectativas do cliente com um orçamento limitado.

  • Busque a integração da equipe e cliente

O processo criativo em equipe é sempre mais divertido e frutífero. As trocas diárias são fundamentais para a melhor solução nas entregas, acrescentando muito ao design final.

Aqui na P3K Comunicação acreditamos que Comunicação Interna é o caminho para empresas mais humanas e mais transparentes, e o processo criativo é parte fundamental para alcançar os valores intangíveis – como engajamento e senso de pertencimento -, dentro de um público tão diverso de uma companhia: da liderança ao público operacional. Conheça mais sobre nós aqui.