• Blog
  • Artigo
  • Investir em Endomarketing: como definir um orçamento?

Investir em Endomarketing: como definir um orçamento?

investir em endomarketing

Investir em Endomarketing: como definir um orçamento?

É consenso que, na contemporaneidade, a maioria das pessoas passa a maior parte do tempo no ambiente de trabalho. Além disso, uma pesquisa realizada com a Mindmetre em parceria com o diretor da empresa Regus do Brasil, afirma que, em média, 46% dos colaboradores levam trabalho para realizar em casa e até 32% dos entrevistados alegaram ter um trajeto de até 40 minutos para chegar ao ambiente corporativo.

Isso significa que, para esses profissionais atuarem com qualidade e satisfação, é ideal que a empresa se preocupe em proporcionar o melhor ambiente possível. Pensando nisso, na década de 90, surgiu o Endomarketing, embasado no pensamento de Saul Bekin que defendia a importância de direcionar o marketing, sobretudo, para o público interno. Afinal, é esse público que contribui imensamente para que a organização obtenha sucesso.

Contudo, ainda hoje, existem instituições que não adotam o Endomarketing por não conhecer a sua importância e pela ideia de que seria um custo em vão. Por isso, vamos explicitar neste artigo, os motivos pelos quais é benéfico investir em Endomarketing e quais são os passos principais a analisar no momento de implementá-lo em seu negócio.

Qual a importância de investir no Endomarketing?

É interessante analisar a grande relevância que as empresas dão em gerar uma boa visão para o público externo. Muitos investimentos são empregados em estratégias de marketing para difundir cada vez mais a marca do lado de fora. Todavia, para o público interno, o cenário é oposto. Muitas vezes, os colaboradores não são valorizados como deveriam e acabam perdendo o entusiasmo ao exercer suas atividades.

Isso acarreta um aumento na rotatividade e a queda de produtividade, gerando, consequentemente, a perda financeira para a corporação que terá de investir mais em recrutamento e seleção, além de tentar equilibrar os resultados perdidos. Há também o risco de haver uma baixa no clima organizacional, tornando os profissionais tensos e inseguros.

Por isso, é primordial que a empresa se empenhe em melhorar sua imagem diante de seus colaboradores. Aí entra o Endomarketing, com estratégias que visam fazer com que o público interno se sinta acolhido e parte integrante da organização. Dessa forma, tal ferramenta se torna um investimento, pois aumenta o engajamento profissional e, em seguida, os resultados positivos.

O que levar em consideração na hora de separar a verba?

Para separar a verba no momento de implementar estratégias de Endomarketing, é importante analisar a relevância dos assuntos que serão tratados, quais canais de comunicação serão utilizados, quais tipo de ações serão feitas, o número de pessoas e, mais importante, o retorno que será obtido por meio desse trabalho.

Com essa análise sistêmica, fica mais fácil observar o que de fato dará certo. Avaliar as verdadeiras necessidades dos profissionais é importante também. Afinal, se você ofertar uma viagem internacional a um colaborador que não tem domínio do inglês, por exemplo, é bem provável que o retorno seja mais de desânimo do que de interesse. Por isso, é indispensável embasar-se em um planejamento realista e empático.

Qual a diferença entre Endomarketing e Comunicação Interna?

A Comunicação Interna é complementar ao Endomarketing. Contudo, suas distinções são notáveis. A primeira tem o objetivo de transmitir aos profissionais os comunicados necessários para o bom andamento das tarefas por meio de canais oficiais. Feita com clareza e ética, é capaz de ampliar o engajamento dos colaboradores que vão se sentir valorizados e vão ter confiança na corporação.

Já o Endomarketing é composto por ações para que o profissional se engaje. As principais práticas desse método são brindes, festas, e-mail marketing, happy hours, peças gráficas, entre outros. Ou seja, tem o intuito de fazer com que o público interno se sinta mais à vontade e diminua a pressão no ambiente de trabalho.

Existe algum valor mínimo para investir em Endomarketing?

Não há um valor mínimo para investir em Endomarketing. O que deve ser levado em consideração é o caixa disponível e os objetivos que a empresa deseja atingir ao colocar em prática tais estratégias. Por isso, é bom realizar um checklist para avaliar qual é o retorno esperado, quais necessidades dos profissionais podem ser atingidas, como trabalhar com sabedoria de acordo com a realidade da organização, entre outras questões que vão gerar maior clareza no momento de investir.

Por que o trabalho em parceria com uma empresa especializada é importante para obter os resultados esperados?

Na maioria das vezes, os profissionais que seriam responsáveis pelo Endomarketing da empresa possuem demandas mais urgentes e acabam deixando essas estratégias em segundo plano por falta de tempo hábil para planejamento. Por isso, entrar em parceria com uma organização especializada é tão benéfico.

Por meio de uma agência capacitada, a corporação acaba ganhando uma extensão e pode contar com pessoas de qualidade que vão trabalhar em prol de atender as suas necessidades, fazendo o planejamento das ações a serem tomadas, a produção de conteúdo, o contato com fornecedores e as demais tarefas. É uma garantia de um trabalho com excelência que cumprirá prazos e desafogará os profissionais do negócio.

Por que contratar a P3K é uma boa estratégia de investimento em Endomarketing?

A P3K é uma corporação que possui uma equipe extremamente capacitada e engajada, com o objetivo de atender seus clientes de forma criativa e eficiente. É uma agência que tem 100% do seu foco voltado à implementação e ao aprimoramento de estratégias de Comunicação Interna e Endomarketing.

Além disso, a P3K busca realizar suas atividades em contato direto com o cliente, analisando suas necessidades e apresentando uma visão mais ampla de mercado capaz de alavancar os resultados de qualquer corporação.

Como vimos, investir em Endomarketing gera diversos benefícios para a corporação. Além de manter os profissionais engajados e satisfeitos, aumenta a produtividade e a qualidade do que está sendo produzido. Por isso, para se tornar ainda mais competitivo no mercado de trabalho, é ideal que a implementação do Endomarketing seja feita. Vale a pena, ainda, ressaltar a importância de entrar em contato com uma empresa especializada para que o processo se conclua de forma efetiva.

E então, gostou do nosso artigo? Que tal não perder mais tempo e investir no Endomarketing da sua empresa? Entre em contato conosco e confira!

Trackback do seu site.