• Blog
  • Artigo
  • Como comunicação corporativa encontra a tecnologia e a inovação?

Como comunicação corporativa encontra a tecnologia e a inovação?

Como comunicação corporativa encontra a tecnologia e a inovação?

Como comunicação corporativa encontra a tecnologia e a inovação?

A comunicação corporativa pode ser definida como uma troca de informações entre os colaboradores e os setores de uma empresa. Ela é fundamental para garantir uma boa relação inter-setorial e o sucesso da organização. Em grandes negócios, quando não há uma Comunicação Interna de qualidade, a tendência é que a competitividade no mercado diminua e impacte negativamente no clima organizacional e na cultura da empresa.

Logo, podemos compreender que, mesmo que a instituição tenha inúmeros setores, é indispensável que todos estejam interligados e minimamente cientes das funções e desafios uns dos outros. Isso gera uma atmosfera de companheirismo e cooperação entre as equipes e minimiza os mal-entendidos e as falhas na comunicação.

Na contemporaneidade, pensar a comunicação corporativa é muito relevante, afinal, temos um novo modelo de mercado e de profissionais. Essa ferramenta visa aprimorar a interação entre os indivíduos, as equipes e os setores de uma empresa, gerando compreensão mútua e fortalecimento da cultura organizacional.

Para que haja sucesso nesse processo, se faz viável a adoção da inovação e tecnologia como fontes de promoção da Comunicação Interna de qualidade. Neste artigo vamos expor como esses termos estão correlacionados e como conduzir essa ação de modo a não gerar resistência e descontentamento por parte do público interno. Ficou curioso? Então, leia nosso artigo!

A comunicação corporativa interna e os seus objetivos

Ao lidar com a subjetividade de cada indivíduo, as corporações se veem diante de um grande desafio que é o de promover mudanças de comportamento, gerar engajamento e conquistar uma equipe de alta performance, que seja proativa e comprometida em seu ambiente de trabalho.

Para que esse desafio seja resolvido com eficiência, é indispensável que a empresa esteja ciente de importantes ferramentas capazes de melhorar a interação entre os indivíduos e gerar identidade. Uma dessas ferramentas é a comunicação corporativa. Ela tem com principal objetivo promover mudanças práticas no cotidiano para aprimorar a comunicação interpessoal e intersetorial.

Ou seja, ela é a responsável por melhorar o diálogo entre os indivíduos que atuam na organização, transmitindo informações com confiança, alinhando procedimentos, informando a relevância que cada pessoa representa individualmente e em grupo e criando uma atmosfera na qual todos os envolvidos têm visão sistêmica e compreendem tanto o próprio papel quanto o papel do outro.

Dessa forma, a comunicação corporativa melhora o clima organizacional, reforça a cultura da empresa, auxilia na definição mais clara das estratégias, aumenta a confiança e objetividade das informações passadas e promove a empatia e o companheirismo nas equipes.

Além disso, essa ferramenta também impacta positivamente no desempenho dos colaboradores. Afinal, eles estarão cientes de sua importância, seus direitos e deveres na corporação. Logo, sabem o quanto podem crescer, quanto o sucesso da empresa representa e, consequentemente, seu próprio sucesso e o de seu time.

O alinhamento de informações pode promover o sucesso

Um dos problemas mais comuns nas empresas é o ruído na comunicação, ou seja, as informações ficam difusas, cada pessoa tem um procedimento próprio e entra em conflito com os outros que também entenderam o processo de uma maneira diferente. Os líderes geralmente não conseguem atender à demanda de todos, não há a cultura de aplicar feedback e isso vai se tornando uma bola de neve.

No fim, o que podemos destacar é uma organização de inimigos, na qual parece que cada um fala uma língua e ninguém de fato consegue promover o que começou e se comunicar. Para que isso não aconteça é imprescindível que haja alinhamento de informações. Seja por meio de reuniões, redes sociais, feedbacks coletivos ou individuais, mas é preciso que haja esse contato com o profissional.

Dessa forma, o trabalhador não se sente perdido e nem inútil na corporação e, mais importante, é levado a sério e leva a sério os seus colegas. A pior coisa que pode acontecer é ter um conhecimento que pode ser refutado a qualquer momento ou contrariado. Isso gera uma sensação de incapacidade e de falta de valorização da empresa com seu colaborador.

Então para ter sucesso é preciso que todos consigam conversar e se entender de uma maneira completa, sem a competitividade negativa ou a retenção de saberes. O saber deve ser difundido e estar sob os olhos de todos. Dessa forma, um clima de cooperação mútua é estabelecido, no qual se um profissional precisar se ausentar, seu trabalho não atrasa, afinal ele terá um colega que poderá minimamente deixar as coisas organizadas.

Quanto mais afinidade as equipes e os setores desenvolverem, melhores serão as condições de trabalho, o clima organizacional, o empenho, a produtividade e a identificação com a organização.

Os gestores precisam compreender que, muitas vezes, o indivíduo passa mais tempo no ambiente de trabalho do que na própria casa e se esse ambiente não representar uma extensão da própria casa, fica difícil conseguir um profissional de qualidade.

A importância da inovação e tecnologia em todas as áreas da empresa

Na contemporaneidade muito se fala de inovação e tecnologia, mas você sabe qual é a relevância prática desses termos no universo empresarial? Podemos notar que o mercado de trabalho está se mostrando cada vez mais competitivo, logo, mudanças são necessárias a todo momento.

Ter uma visão ampla de oportunidades, ameaças, forças e fraquezas e tomar ações rápidas quanto a isso se tornou indispensável para definir qual organização se manterá de pé e qual precisará pedir ajuda, caso haja tempo.

Além disso, o perfil de profissionais não é mais o mesmo. Cada vez mais as pessoas estão se especializando, buscando crescimento e até mesmo montar o próprio negócio. Isso significa que cumprir as normas da CLT somente não garante que o público interno vai se manter motivado e comprometido com a empresa.

Outro ponto a se pensar é o do público externo. Com uma infinidade de opções, se manter fiel a uma organização não é tão comum como quando existiam poucas corporações em segmentos semelhantes. Com isso, podemos notar que, não havendo inovação, fica difícil manter o público interno e o externo e ainda se mostrar competitivo no mercado.

Agora pensando especificamente nas áreas da empresa, por que é importante investir em inovação e tecnologia? A resposta é simples: para que não se tornem obsoletas.

As áreas de saber estão sempre se aprimorando e as relações entre os setores também. Assim, é fundamental incorporar ferramentas da tecnologia no dia a dia corporativo para aprimorar o potencial de ação de cada colaborador e também para incentivá-los a inovar.

Podemos dizer que a comunicação corporativa é uma estratégia inovadora que, com o uso da tecnologia, pode gerar incontáveis benefícios.

Outro ponto a se considerar é que a tecnologia é capaz de simplificar os processos, possibilitando que sejam feitos de maneira melhor elaborada do que os manuais, por exemplo.

A gestão de dados e canais de comunicação mais modernos e interativos

Para implementar a comunicação corporativa atrelada à inovação e à tecnologia, é fundamental fazer um Diagnóstico da Comunicação Interna e definir o que está funcionando e o que está sendo conduzido de maneira pouco contemporânea e que deve ser alterado.

Para implementar essa ferramenta, é necessário realizar um planejamento voltado à gestão de dados e canais de comunicação mais modernos e interativos. Dentre esses canais, podemos citar as famigeradas redes sociais, que representam tanto um auxílio quanto uma ameaça, dependendo de como é gerida.

No entanto, é importante admitir que essas redes são extremamente apreciadas pela maioria dos indivíduos e têm campos muito produtivos. Com elas é possível:

  • disseminar uma informação de forma rápida, evitando a burocracia de reuniões;
  • divulgar ações de Endomarketing, mesmo as mais simples, como uma mensagem de motivação ao começar o dia ou um reconhecimento por um feito benéfico de um indivíduo, um setor ou uma equipe.

Além disso, podemos citar a importância do uso de e-mail corporativo e das intranets, que também exercem o papel de divulgação de informações, reuniões, palestras, treinamentos e demais acontecimentos relevantes que devem estar sob ciência de todos e que seria muito difícil caso não houvesse um mecanismo de disseminação automática de conteúdo.

Outras ferramentas que estão facilitando o dia a dia corporativo e permitindo maior interação e agilidade são o Google Drive, o DropBox, o OneDrive e o Skype. A promoção de videoconferências também está sendo muito benéfica ao cotidiano das empresas e à comunicação corporativa de modo geral.

Os caminhos para otimizar e digitalizar processos

Atualmente a imagem de infinitos arquivos, com inúmeras folhas em ordem alfabética, nos quais para consultar alguma informação era necessário passar horas procurando, já não é tão viável em se tratando de um mercado ágil e cheio de mudanças repentinas.

Dessa forma, é indispensável que as corporações que ainda usam processos manuais busquem um meio de promover a digitalização de tais processos, o que torna as atividades mais dinâmicas e otimizadas. Para isso, é ideal fazer a contratação de uma empresa de consultoria com o intuito de definir como essa mudança deve ser feita sem que gere um impacto negativo no ambiente organizacional.

A digitalização dos processos também deve ser feita por uma corporação específica, afinal, remover os colaboradores de suas tarefas para tal é contraprodutivo e mais custoso — por isso a relevância de terceirizar o serviço. Após a digitalização, os dados devem ser mantidos durante um período de segurança ou adaptação definido pela empresa antes de serem destruídos em definitivo.

Com isso, os colaboradores vão ganhar mais tempo para tarefas mais importantes, por conseguinte, aumenta-se a produtividade e o engajamento dos indivíduos.

Vale lembrar que a otimização dos processos serve também para que não se perca tempo em tarefas supérfluas e para valorizar o tempo dos profissionais e sua habilidade de resolução de conflitos. Dessa forma, todos saem ganhando e as informações passam a ter mais segurança e estar ao alcance de todos em tempo real.

A transformação digital e o impacto no ambiente de trabalho

É uma utopia afirmar que uma mudança, mesmo que considerada benéfica, não vai gerar algum tipo de confusão ou resistência por parte de quem está passando por ela.

Então, é importante sempre lembrar que uma empresa lida com indivíduos e suas subjetividades e tudo o que for tirar essas pessoas de sua zona de conforto pode gerar algum tipo de medo, ansiedade e dor. Por isso, é fundamental ter empatia, compreender e conduzir a adaptação de cada um.

Aí entra a Comunicação Interna, que vai transmitir as informações de maneira clara, direta e objetiva, além de fornecer e solicitar constantes feedbacks e deixar claro que o pensamento do profissional importa e é bem-vindo nas decisões empresariais. Mantê-los informados e minimamente seguros de que serão capazes de passar por esse processo é indispensável para gerar identidade e fortalecer a cultura da organização.

Outro ponto a se pensar é o de que, mesmo em uma sociedade tecnológica, ainda existem indivíduos que não estão familiarizados com essa era digital. Por isso, fornecer treinamentos e um profissional capacitado para tirar dúvidas in loco é muito importante, tanto para evitar erros, quanto para promover a integração dos colaboradores a esse novo cenário.

O companheirismo do líder nesse momento conta muito para a confiança e o engajamento do público interno, promovendo abertura ao novo, mesmo com receios.

As formas como a zona de conforto pode interferir nas mudanças

Como dito no tópico anterior, sair da zona de conforto pode gerar um emaranhado de sensações novas que nem sempre são positivas. Afinal, ao sair de um local de segurança para um ambiente desconhecido, é comum que as pessoas tenham medo e sintam que não são capazes e queiram desistir.

A resistência é um dos maiores desafios que o gestor pode enfrentar no momento de colocar em prática ideias novas. Isso porque ele lida com uma equipe diversa que pode apresentar diversos tipos de emoções contrárias e de pontos de vista diferentes.

Ouvir essa equipe é outro aspecto fundamental para um bom líder. Afinal, muitos medos podem de fato fazer sentido e a observação analítica minimiza a tomada de um direcionamento que não é tão interessante para o crescimento da corporação.

Não devemos encarar isso como algo negativo. É importante ser crítico e analítico com as coisas que são propostas, justamente para que a empolgação do novo não sobreponha a capacidade lógica de se colocar o plano em prática. Porém, é necessário ter discernimento para verificar até que ponto o medo está auxiliando e em que momento vira uma resistência sem medidas.

As plataformas e ferramentas essenciais

Já citamos plataformas e ferramentas que podem otimizar as atividades do cotidiano de uma empresa e nesse tópico vamos reforçar essa informação para explicitar como as plataformas e ferramentas podem ser grandes aliadas à comunicação empresarial. Em primeiro lugar estão os drives compartilhados, que viabilizam o compartilhamento de arquivos relevantes de maneira ágil e imediata.

Os softwares para chamadas de áudio e vídeo também são muito importantes, no que diz respeito à comunicação rápida e acessível. Afinal, além de humanizar as relações com o contato direto, também possibilita a otimização do tempo e possibilidade de tirar dúvidas sem a necessidade de um encontro presencial.

Temos ainda as mídias sociais, que permitem a interação entre os colaboradores, a divulgação de informações e a possibilidade de troca de ideias. Ao utilizar as mídias sociais de maneira correta, além de conquistar o público interno e motivá-lo a expor ideias que não teria coragem de apresentar pessoalmente, por exemplo, também é uma excelente ferramenta para divulgação da marca e contato com os clientes e sócios.

A implementação da comunicação corporativa tecnológica e inovadora

Para implementar a comunicação corporativa tecnológica e inovadora é indispensável compreender profundamente a relevância que esses termos juntos representam para o sucesso da empresa e dos profissionais que nela atuam. A partir disso, deve-se criar um planejamento estratégico embasado na realidade dos colaboradores atuantes da corporação.

Ou seja, não dá para utilizar meios tecnológicos muito complexos, por exemplo, se o seu público interno se constitui de indivíduos pouco familiarizados com a tecnologia — seria um contrasenso e geraria insatisfação e maior resistência.

O mesmo acontece quando seus profissionais têm um nível de conhecimento avançado e são cobrados por coisas simples — isso acaba gerando pouca motivação, incentivando-os a buscar novos desafios.

Compreender a realidade de seus profissionais é ser empático e saber até onde eles suportam uma mudança, em qual ritmo ela deve ser feita e o quanto esses indivíduos podem e querem crescer. Feito isso, deve-se ser realista em relação à condição financeira da empresa. É primordial que os setores conversem e alinhem de forma clara e objetiva todas as ideias antes de colocá-las em prática — isso minimiza as chances de erros.

Logo, podemos dizer que para implementar a comunicação corporativa tecnológica e inovadora é preciso que a comunicação já esteja caminhando de uma maneira direcionada, com visão sistêmica, empática e visionária. Não ter medo da mudança e transmitir confiança é também um passo fundamental para a eficiência da ação.

Os benefícios gerados por uma boa comunicação corporativa

Uma boa comunicação corporativa deixa os colaboradores mais à vontade nas organizações e, também, mais disciplinados. Dessa forma, é possível, inclusive, implementar uma cultura startup, como acontece na Google, que deixa os profissionais mais livres e fornece entretenimento.

Isso significa que ao gerar uma comunicação capaz de tornar as pessoas mais confiantes em si mesmas em sua equipe e na empresa, é possível dar a elas liberdade para atuarem em seu próprio ritmo e tempo. Dessa forma, a organização se torna uma extensão da própria casa da pessoa, permitindo que o trabalho seja realizado com qualidade e maior criatividade.

Outro benefício da boa comunicação atrelada à tecnologia é que fica mais fácil antecipar os problemas e, por conseguinte, preveni-los e tomar ações inovadoras saindo em frente no mercado de trabalho. Quando uma empresa se importa com o bem-estar de seu público interno ela ganha em retenção de talentos, maior confiabilidade e integração entre as pessoas.

A importância de contratar uma consultoria para aprimorar a comunicação corporativa

Para implementar uma Comunicação Interna de qualidade e aplicar estratégias de Endomarketing é recomendável que se contrate uma consultoria para melhor direcionar os gestores no momento do planejamento e da ação estratégica. Existem diversas empresas, como a PK3, que são reconhecidas no mercado por ampliar os resultados de seus clientes ao direcionar essas ferramentas.

Ter um direcionamento de qualidade com uma equipe especializada é marca registrada de uma organização que tem visão estratégica e que de fato almeja se colocar em uma posição positiva no mercado e também em relação ao seu público interno.

O planejamento é a etapa mais importante para promover qualquer mudança em uma empresa. Isso porque, caso ele não seja realizado de maneira eficiente, a probabilidade de surgirem maiores desafios é muito grande. Logo, ter o acompanhamento de uma consultora é uma decisão muito sábia para promover uma inovação consciente.

Como vimos, a comunicação corporativa é de extrema importância para que a empresa conquiste uma equipe de alta performance, com pessoas produtivas, engajadas, criativas, seguras e companheiras.

Ao agregar a inovação e a tecnologia a essa ferramenta, podemos notar que a corporação passa a ter uma postura mais séria e disciplinada, apesar de ousada e direcionada à melhoria constante. A ousadia em apostar no novo é diferente de um ato impensado, por isso existem essas ferramentas para direcionar uma tomada de decisão consciente e inteligente.

Dessa forma, todos os setores da organização são beneficiados, valorizados e ouvidos. Com isso, eles se mostram mais interessados em contribuir para o sucesso da empresa, reconhecendo que representam esse sucesso. Outra coisa que podemos concluir é que para uma empresa crescer ela deve se desapegar das práticas que já não são viáveis e focar no contemporâneo.

E então, gostou do nosso conteúdo? Que tal conhecer uma empresa capaz de auxiliar no aprimoramento de sua comunicação corporativa? Entre em contato com a P3K agora mesmo e conheça nossos serviços!