O desafio de falar com terceirizados por meio da Comunicação Interna

As empresas enfrentam um dilema diário quando o assunto é Comunicação Interna: como interagir com os colaboradores terceirizados e mantê-los informados?

A fim de evitar situações que possam comprometer o relacionamento do terceirizado com a empresa para qual trabalha, muitas empresas contratantes de serviços ignoram completamente os colaboradores terceirizados, mantendo-as à margem de todas as ações de comunicação da empresa.

Acontece que esses funcionários fazem parte do dia a dia das instituições e devem cumprir as metas estabelecidas para o seu setor, assim como os demais funcionários contratados, o que muda é o meio pelo qual o terceirizado vai receber as informações para o cumprimento de suas funções.

É de responsabilidade da empresa contratada tanto o repasse de informações pertinentes para a realização do trabalho no dia a dia, quanto manter o engajamento e desempenho de seu colaborador, independente de para qual cliente ele está trabalhando.

É possível engajar colaboradores terceirizados mantendo uma comunicação aberta entre contratante e contratada. Um acordo que possibilite que a empresa contratada valide e repasse as informações aos profissionais que trabalham no cliente, baseando-se em sua própria cultura.

Também, a contratante pode ceder um espaço em seu jornal mural ou mural de avisos, em que a contratada fará uso de sua própria identidade visual e linguagem para fazer comunicados importantes aos seus funcionários.

O ideal seria que as empresas que possuem profissionais que trabalham diariamente no cliente, chamados alocados ou in company, trabalhassem sua comunicação de modo a exercitar o senso de pertencimento de seus colaboradores, uma vez que o profissional terceirizado deve ver o cliente como cliente, nada além. As ações podem ser simples, como comunicação periódica por e-mail e até encontros presenciais de tempos em tempos, funcionando como verdadeiros disseminadores de cultura.

O importante é que as informações relevantes cheguem a esse público, assim como a todos os outros envolvidos com os processos de uma empresa.

Quer receber mais conteúdo como este?
Assine nossa newsletter: