O sucesso nos instrumentos de comunicação interna

Hoje é comum observar nas empresas o uso de ferramentas de comunicação: informativos online, jornal mural, jornal interno, banners, e uma série de outros veículos destinados à comunicação em massa. Mas será que as pessoas usam esses canais da maneira correta?

Primeiramente é indispensável seguir uma padronização lingüística que facilite o atendimento e relacionamento com todos os níveis hierárquicos corporativos e valorize os profissionais sem que aparente existir bajulação para com a executiva empresarial. Mas o sucesso dos instrumentos de comunicação ainda depende de outros 5 fatores: diversidade, planejamento, conteúdo relevante, visual atraente e opção de feedback.

endomarketing

Diversidade
A criação deve ser inovadora, buscando atingir o imprevisível. É necessário surpreender o público quanto à utilização dos veículos de comunicação. Como exemplo: ao invés de criar um banner na intranet, utilize um floor-door na entrada do prédio. Importante que, independente do meio de comunicação, o foco esteja voltado ao conteúdo qualitativo.

Planejamento
O planejamento deve ser feito a partir da definição dos assuntos a serem veiculados: social, ambiental, esportivo, produtos e serviços da empresa, motivação, interesse feminino, interesse masculino, saúde, tendência de mercado da empresa. Com o foco identificado, é hora de planejar o lançamento. Vale fazer uma agenda anual onde cada assunto tem sua data de lançamento e expiração. É na fase de planejamento que são definidas as campanhas internas, ligadas as metas da empresa.

Conteúdo relevante
O conteúdo para as peças deverão atender as expectativas da empresa e dos funcionários. É válido o estudo da cultura local para que seja traçado o perfil do público interno. Com os dados apurados, deve-se definir como e quando comunicar. Obviamente alguns temas despertam mais interesse que outros. No caso dos temas que despertam menor interesse é necessário estimular ainda mais o receptor. Para isso são adotadas técnicas específicas, como por exemplo: layout mais atrativo, texto mais objetivo, linguagem HQ, elaboração de campanhas específicas, quizz, estímulos através de premiações, etc.

Visual atraente
Uma peça bem planejada e elaborada transmite mais credibilidade e atratividade. Já que estamos falando do nosso público interno, porque não utilizar do mesmo capricho e preocupação estética das campanhas de publicidade da empresa? Seu público merece esta preocupação. Fugir da imagem de comunicação amadora traz inúmeros benefícios aos departamentos de comunicação interna, como visibilidade e credibilidade. Se comunicar visualmente da maneira correta pode proporcionar inúmeras mudanças, já que as cores e formas carregam em si códigos e sensações de linguagem visual importantes para obter êxito nas campanhas.

Opção de feedback
Manter canais de comunicação abertos faz com que o público interno tenha a percepção de que sua opinião, seja ela para elogios, criticas ou sugestões é de grande valia. Com esse conhecimento, as Áreas de Comunicação podem identificar os pontos a serem explorados e/ou melhorados. A opção do feedback e da participação dos públicos internos é importante para lembrar a todos que o papel da comunicação é ser bilateral, participativa e enriquecedora para todos os níveis hierárquicos da empresa.

Seguindo esses passos, com muita dedicação, você poderá estar seguro de que a mensagem será transmitida e compreendida!
O sucesso de seus instrumentos de comunicação é resultado da sua maneira de se comunicar, visualmente e emocionalmente.

Camila Piva
Sócia Diretora da P3K Comunicação

A P3K planeja e produz canais, instrumentos e ações de Endomarketing e Comunicação Interna.

Quer receber mais conteúdo como este?
Assine nossa newsletter: